IntelliJ IDEA News Partners Remote Development

Desenvolvimento remoto em IDEs JetBrains agora disponível para usuários do Google Cloud Workstations

Read this post in other languages:
English, Français, 한국어, Español, 简体中文

Fizemos uma parceria com o Google Cloud para oferecer uma integração entre o Cloud Workstations e o desenvolvimento remoto da JetBrains. O

Cloud Workstations, anunciado recentemente no Google Cloud Next, fornece ambientes de desenvolvimento totalmente gerenciados no Google Cloud. Essa integração significa que você pode usar o JetBrains Gateway para desenvolver remotamente em seus IDEs favoritos no Cloud Workstations. Você também pode fazer com que todo o processamento da linguagem ocorra no Google Cloud enquanto trabalha localmente com um cliente thin e rich. Isso cria uma combinação perfeita entre a computação poderosa na nuvem e uma experiência de IDE familiar e responsiva da JetBrains.

Nos bastidores do desenvolvimento remoto da JetBrains

Antes de falarmos sobre a integração, vamos recapitular rapidamente o que é o desenvolvimento remoto em IDEs da JetBrains e como ele funciona.

Essencialmente, seu IDE da JetBrains está dividido em dois componentes: (1) o backend do IDE no servidor remoto e (2) o cliente local. Você interage com um cliente thin local, que oferece uma UX (experiência do usuário) responsiva e fluida. Enquanto isso, o servidor remoto está lidando com todo o processamento pesado.

O cliente local torna nossa solução muito diferente das ferramentas de desktop remoto de uso geral, que exigem uma viagem de ida e volta completa para cada clique e pressionamento de tecla. Nossa solução foi desenvolvida especificamente e otimizada para o desenvolvimento de software, permitindo que a experiência de desenvolvimento pareça nativa.

O servidor remoto contém ambientes de desenvolvimento. Você pode automatizar a criação e o gerenciamento desses ambientes usando provedores de ambiente de desenvolvimento em nuvem, como o Cloud Workstations, ou pode provisioná-los manualmente.

Integração do Cloud Workstations com o JetBrains Gateway

Os clientes do Google Cloud estão entusiasmados com os benefícios de segurança e produtividade que são possíveis com o desenvolvimento remoto. A integração do Cloud Workstations com o desenvolvimento remoto da JetBrains nos permite fornecer a experiência de desenvolvimento fluida e agradável que nossos clientes desejam.

Marcos Grappeggia, gerente de produto do Cloud Workstations, Google Cloud.

O Cloud Workstations oferece ambientes de desenvolvimento pré-configurados, mas personalizáveis, disponíveis em qualquer lugar e a qualquer hora. Com essa parceria, o Cloud Workstations agora tem suporte para os IDEs mais populares, como o IntelliJ IDEA, o PyCharm, o Rider e muitos outros, permitindo que os usuários aproveitem ambientes de desenvolvimento gerenciados e personalizáveis no Google Cloud em seus IDEs preferidos.

A capacidade de desenvolver remotamente com o Cloud Workstations oferece vários benefícios:

  • Flexibilidade Tudo se resume a fornecer alternativas. Permitir que os desenvolvedores tenham a liberdade de trabalhar de onde quiserem e de usar qualquer notebook faz maravilhas no que diz respeito a aumentar a produtividade. A conexão com a máquina remota dá a eles toda a potência de que precisam, mas eles podem trabalhar facilmente num local onde sejam mais felizes e produtivos.
  • Produtividade São necessários apenas alguns minutos para colocar um ambiente em funcionamento. Você pode colocar os membros da equipe em produção rapidamente, garantindo que todos na equipe tenham as mesmas ferramentas e dependências instaladas por meio de uma Configuração de Workstation compartilhada, resolvendo o problema de “funciona na minha máquina”.
  • Segurança O código-fonte sempre permanece na máquina remota e nunca é baixado na máquina local. O Cloud Workstations também podem ser executado dentro da sua nuvem privada virtual e oferece suporte aos mesmos mecanismos de segurança usados para cargas de trabalho de produção, como VPC Service Controls, Private Ingress/Egress, Cloud Audit Log e controles granulares de IAM. Assim, mesmo se um desenvolvedor esquecer seu notebook numa lanchonete, por exemplo, você não terá um pesadelo de segurança em suas mãos e não precisará se preocupar com o código-fonte do seu projeto.

Próximos passos

Para começar, basta fazer download do JetBrains Gateway, instalar o plug-in do Cloud Workstations, selecionar a Workstation na qual você deseja trabalhar e começar a programar. Vários IDEs são compatíveis, incluindo o IntelliJ IDEA, o GoLand, o PyCharm, o WebStorm, o CLion, o Rider, o RubyMine e o PhpStorm. A funcionalidade de desenvolvimento remoto nesses IDEs está disponível como Beta. O suporte para o JetBrains Fleet também estará disponível em breve.

Se quiser saber mais sobre essa integração, assista à sessão de exploração do Google Cloud Next ’22 e leia mais sobre como a L’Oreal usou o Cloud Workstations e a JetBrains para aumentar a produtividade dos desenvolvedores.

Além disso, para saber mais sobre o Cloud Workstations, acesse a página Web do produto aqui. Não deixe de usar a seção de comentários abaixo para compartilhar suas impressões iniciais!

Artigo original em inglês por:

Luiz Di Bella

Max Golov